Viagem de final de ano – Preparativos e ida.

Há algum tempo adotamos o costume de viajarmos ao menos uma vez por ano, e para isso nos organizamos o ano todo. No ultimo mês do ano acertamos os detalhes, tais como itinerário, hospedagem, o que levar, lugares a visitar e etc. Mas agora com Laura devemos nos preocupar com mais algumas coisinhas relacionadas a ela e são detalhes que devem ser levados a sérios para evitar contratempos.

Ano passado visitamos Caldas Novas e nos apaixonamos pela cidade, pelas opções de lazer, tais como os clubes e lugares para sair a noite, mas como Laura ainda era um bebezinho muito pequeno (3 meses), nossa visita ficou um pouco limitada. Então resolvemos levá-la novamente lá nesse final de ano para que todos nós pudéssemos aproveitar melhor.

Voltando aos preparativos… a primeira coisa que fizemos foi nosso itinerário, observando os lugares para pararmos, as rotas com menos tráfego, e como não gostamos de trafegar pela BR optamos por um caminho um pouco mais longo, mas que ao final valeu muito a pena. Desenhei em um papel o trajeto com o nome das cidades e também fiz um mapa no aplicativo Google Maps. Saímos de Fátima/TO, onde passamos a virada de ano, e de lá até Goiânia pela BR são aproximadamente 730 km, contra os 840 km por onde fomos. Saímos no dia 2 e quase não havia tráfego, fomos o tempo inteiro sossegados, com muito poucas ultrapassagens. Pra gente saiu bem ao nosso estilo a viagem de ida. Paramos para abastecer duas vezes apenas e chegamos em Goiânia as 16:40h.

Geralmente nós levamos dentro do carro uma caixa térmica abastecida com lanches e bebidas, mas dessa vez optamos por não levar comida pra gente dentro do carro, apenas para a Laura. Optamos por isso porquê não nos era prático e acabava saindo por vezes mais caro, já que invariavelmente acabávamos gastando na estrada. Paramos para tomar café da manhã e almoçar, e aproveitamos pra esticar as perninhas da Laura.

20170102_074018

Para entreter Laura levamos o tablet dela (que ganhou da titia Letícia) com seus vídeos preferidos. Também levamos alguns brinquedos e uma pelúcia. Dentre outras coisas que levamos, e estas já temos o costume de levar, estão uma necessaire com carregadores, remédios, talheres básicos e outras coisas de uso comum.

Quanto a viagem podemos, dizer que a ida foi bastante sossegada, a Laura quase não deu trabalho e se adaptou muito bem a sua nova cadeirinha (visto que ela saiu recentemente do bebê conforto). Acredito que acertamos no que levamos e correu tudo como o planejado. Quanto a volta e a estada onde ficamos, são assuntos para outro post… mas por agora é só isso.

20170102_075643

P.S.: Na viagem encontramos um jabuti no meio da estrada. Laura achou muito interessante. Depois o devolvi à natureza, há uma distância segura da pista.

Caetano Finisterre é um pai apaixonado pela sua menininha e sempre disposto a aprender junto com ela.
Laura Finisterre está com 1 ano e três meses, muito esperta e conversadeira. Ama música e ainda mama “nenê”.

Pai da Laura. Xinguarense de nascença e Palmense de coração; Analista de Sistemas e amante de tecnologias; Bombeiro Militar; Sou apaixonado por natureza, motos, viagens e aventuras.

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado.Os campos obrigatórios estão marcados *