Seis Meses

 

Ao olhar para Laura, agora com 6 meses, eu fico impressionada com o quanto as coisas mudaram. E não poderia ser diferente. A Laura é uma criança iluminada, do jeitinho que pedimos à Deus.

Com um sorriso encantador, ela dissipa todo cansaço, dores, medos, preocupações. Sim, reconhecemos que elas são reais e fazem parte do nosso dia a dia, no entanto, é incrível como todos esses sentimentos são secundários diante de tanto amor.

Por diversas vezes eu me culpei, por talvez não estar fazendo um bom trabalho como mãe. Tenho me esforçado, mas ainda sinto que não estou dando o meu melhor. Ser mãe é uma tarefa que requer perseverança, muito autocontrole e abdicações. Creio que todas as mães irão concordar comigo.

Bom, mas vamos falar da protagonista dessa história.

A Laura está entrando na quarta semana do sexto mês, e está fazendo tudo o que se espera de um bebê dessa idade. São incríveis as descobertas, ver cada desenvolvimento, cada etapa.

Tudo para ela é novo, e ela testa a curiosidade levando os objetos à boca. A novidade da vez é que ela, há cerca de duas semanas aprendeu jogar beijinhos. Isso faz com que todos se derretam (impossível não ser conquistado desse jeito né?), é muito fofa.

Eu acredito que ela usa isso como uma linguagem, como um sinal para se comunicar. Seja para chamar a nossa atenção, para que a gente pegue ela, dê colo, enfim, acho que ela já percebeu que os beijinhos surtem efeitos positivos.

Bem, outra coisa que ela aprendeu a fazer era o que eu mais temia, morder. Ela está com dois dentinhos inferiores, e quando ela não quer mais mamar, adivinhem? Sim, e dói demais. Eu junto toda a minha paciência e converso com ela, explicando que não pode. Uma vez, no susto, acabei dando umas palmadinhas. Ela não chorou, mesmo assim me arrependi e recorro à conversa, mesmo ela ainda não entendendo. Ela para e fica me olhando, como não amar?

Ela ainda não está engatinhando. Cada bebê tem seu tempo e sua forma de fazer isso. Ela ama ir para o chão, ficar em pé.

Acho que nesse meio ano, a Laura está na sua fase bebê cut cut. Testando a voz com gritinhos, entonando as sílabas papá, mamá, beijinhos, estendendo os bracinhos pedindo colo e também de muita adrenalina rs. Ela quer se aventurar a descer do carrinho, se joga pra trás sem medo, e isso é o pavor do papai e da mamãe. Cuidado triplicado.

Jornalista que desde sempre ama livros, desenhos e vê o mundo de forma lúdica. Se sente completa por ser mãe da Laura e sua missão é fazer sua pequena feliz!

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado.Os campos obrigatórios estão marcados *