Resumo do bebê – para acompanhar a evolução.

Outro dia a Gisele compartilhou comigo um post muito interessante do blog “lagarta vira pupa” o qual exibia um modo de se fazer um resumo do aluno. Gostei muito da ideia pois esse resumo serve como um modelo funcional para se observar a evolução dos nossos filhos. Então resolvemos fazer um resumo sobre a Laura e foi muito divertido confeccioná-lo.

RESUMO DA LAURA

Oi, eu sou Laura Finisterre Burjack Meneses;

Nasci no dia 02/10/2015 em Palmas/TO;

Moro em um apartamento perto da casa da vovó com pouco espaço para brincar, por isso prefiro brincar lá embaixo quando papai ou mamãe me levam.

Sou muito calorenta e não gosto de cobertores. Gosto de ficar só de fralda ou com pouca roupa;

Sou um pouco ciumenta com meus brinquedos e gosto muito de assistir desenho;

Ando quase sempre correndo e ainda sou um pouco desequilibrada;

Quase tudo que vejo pela frente coloco na boca;

Sempre que estou irritada me contorço com força e me jogo para trás;

Gosto de brincar na terra e também amo brincar em banheiras ou piscinas. Tenho uma bonequinha preferida e não posso ver um escorregador que já subo nele;

Gosto de conversar com outras pessoas, sempre chamo atenção delas e aceno;

Gosto de comer arroz e gosto de ouvir músicas;

Também gosto de dançar e sorrir;

Não gosto de andar na cadeirinha no carro;

Não gosto de trocar de roupas;

Não gosto que me cubram para dormir e não gosto de ambientes quentes;

Não gosto que me tomem algo que eu esteja segurando, pois se pedir eu quase sempre entrego;

Não gosto de beijos;

Me comunico com gestos e entendo muito pouco do que falam comigo;

Se vejo algo que quero, eu aponto e peço resmungando;

Eu choro quando estou com sono e dou um pouco de birra para dormir, mas em poucos minutos apago;

Prefiro dormir de bruços;

Consigo chamar o papai e a mamãe e falo “neném” quando quero mamar;

Consigo pressionar os interruptores de casa e entendo o resultado;

Para me ajudar é necessário ter muita paciência pois não consigo expressar minhas necessidades, então às vezes estou com sede, fome, preciso trocar a fralda ou estou com sono. Só me conhecendo para entender.

Papai e mamãe já tiram de letra.

FIM DO RESUMO

Bom, fizemos algumas alterações no modelo mas o objetivo segue o mesmo. Com uma ficha como essa fica mais fácil para o cuidador entender nossa filha e vai nos servir muito, principalmente agora que a colocaremos em uma creche.

Para os pais mais minimalistas, pode-se fazer uma moldura ou desenhar de modo que fique mais visual.

Pai da Laura. Xinguarense de nascença e Palmense de coração; Analista de Sistemas e amante de tecnologias; Bombeiro Militar; Sou apaixonado por natureza, motos, viagens e aventuras.

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado.Os campos obrigatórios estão marcados *