Primeira semana da Laura na escola

Como dissemos em outro post, depois de muita procura encontramos uma escola/creche para a Laura e agora vamos contar como foi sua primeira semana.

Como a escola fica perto de onde eu trabalho, a responsabilidade de deixá-la e pegá-la ficou para mim. Eu sabia que não seria fácil esse momento, mas não imaginava que pudesse nos deixar tão apreensivos.

WhatsApp Image 2017-02-06 at 13.13.09

No primeiro dia eu fiquei surpreso, Laura soltou meus braços e foi para os braços da “titia”, se despediu como se soubesse perfeitamente o que estava acontecendo. Fiquei mais feliz que triste, porque eu não queria precisar deixá-la lá, mas adoraria que ela gostasse da escola. Como as professoras são nossas amigas, recebemos várias imagens e ao final do dia quando fui pegá-la ouvi tudo o que gostaria: que o dia dela tinha sido incrível, que ela se divertira muito e que parecia que havia se adaptado. Bom, mas ainda estávamos no primeiro dia.

WhatsApp Image 2017-02-12 at 22.50.04 (8)

Quando a deixei no segundo dia ela chorou bastante e saí de lá para trabalhar somente porque não havia outra escolha, mas o seu semblante me deixou de coração partido. No mesmo instante me veio a cabeça a recordação de um amigo meu que me contou que quando teve de deixar seu filho na creche pela primeira vez, ao vê-lo chorando, ele ficou tão triste que também chorou, e no evento eu pensei, “aiai cara, deixa de ser mole”, hoje sei que fácil é falar antes de experimentar a situação.

O terceiro dia foi como o segundo, o que nos gerou mais aflição mas no quarto dia ela ficou melhor, dormiu, se alimentou, brincou muito e chorou um pouco.

WhatsApp Image 2017-02-06 at 15.35.50

Acredito que agora ela está se adaptando e logo logo vai começar a gostar mais ainda da escolinha.

Nós gostamos da escola, da estrutura, dos brinquedos, da metodologia e principalmente das professoras, e por isso acreditamos que tudo vá dar certo.

WhatsApp Image 2017-02-12 at 22.50.04

Agora é nos prepararmos para os próximos dias.

 

Pai da Laura. Xinguarense de nascença e Palmense de coração; Analista de Sistemas e amante de tecnologias; Bombeiro Militar; Sou apaixonado por natureza, motos, viagens e aventuras.

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado.Os campos obrigatórios estão marcados *