Miniférias em Minas Gerais

Como adiantamos sobre o planejamento das nossas miniférias, durante o recesso de fim de ano fomos ao Encontro de Família do Caetano em Nova Ponte, Minas Gerais. Foram seis dias maravilhosos que ficaram com gostinho de quero mais.

A viagem, pela distância e pelo fato do nosso carro ser pequeno e ter ido lotado, foi cansativa. Mas, como sempre combinamos, fomos no nosso ritmo. Paramos bastante para ‘esticar’, descansar um pouco e pegamos trechos alternativos para não termos que andar muito na BR.

Preciso confessar que tenho um certo pânico de viajar de carro. Não consigo afastar o medo de uma tragédia, de perder minha família, de deixar minha filha sem os pais. Por isso, vou a estrada inteira tentando pensar em Deus, em coisas boas, e algo que definitivamente me acalma e me distrai é brincar com a Laura. Inventar musiquinhas com ela, fazer brincadeiras com perguntinhas, ou simplesmente ‘bater um papo’. Ali quando desata a conversar, ninguém segura rsrs.

Pois bem, a viagem, graças a Deus foi muito tranquila, sem incidentes. Passamos por Goiânia, cidade em que minha irmã Janaina mora, mas fizemos apenas uma parada rápida.

Nova Ponte

Que cidadezinha agradável! Formada acima de um lago, e entre serras, Nova Ponte nos conquistou. As pessoas super receptivas e solícitas, nos deixou completamente à vontade.

Passeamos bastante, tendo como guias as nossas anfitriãs maravilhosas, as primas Lúria e Luana, amores de pessoas.

Testemunhamos a triste seca que assolou o lago da cidade, reduzindo expressivamente seu volume de água. As pessoas falavam com pesar desse fenômeno. “A água vinha até aqui. As crianças brincavam nessa parte e as pessoas pescavam daqui”, mostravam nossos guias.

Quero eternizar o seu sorriso, minha filha!

O que mais nos encantou em Nova Ponte foi a tranquilidade. Numa tarde de domingo, vimos muitas famílias sentadas nas calçadas, sem preocupação alguma. Coisa que já não é mais comum na nossa cidade.

Uberlândia

Um dos momentos singulares da nossa viagem foi o reencontro do Caetano com um grande amigo de infância. Confesso que fiquei até emocionada em ver o quanto os dois estavam felizes por voltarem a se ver.

O encontro foi em Uberlândia, cidade bem movimentada e cheia de ladeiras. Não deu para conhecê-la porque fomos à noite e voltamos no mesmo dia para Nova Ponte. Quem sabe não haverá uma próxima vez.

Na ocasião conhecemos a esposa do Rafael, a Aline e a pequena Rafaela, filhinha deles.

Decidimos não levar a Laura porque ela estava dormindo, e como era à noite, só ia ser cansativo para ela e para nós. Preferi deixar ela protegidinha no aconchego da avó.

Virada de ano

Nossa virada de ano foi maravilhosa, principalmente porque estávamos juntinhos. A família do Cae é bem animada, então fizemos o tradicional ‘amigo da onça’ e abrimos os bilhetinhos com pedidos que fizemos na virada anterior (2016/2017).

Meu sentimento foi de completa gratidão. Tanta coisa aconteceu nesse ano. Realizamos grandes e pequenos sonhos e não podemos deixar de agradecer a Deus pela oportunidade dada de um dia após o outro sermos tão felizes com a nossa pequena.

Jornalista que desde sempre ama livros, desenhos e vê o mundo de forma lúdica. Se sente completa por ser mãe da Laura e sua missão é fazer sua pequena feliz!

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado.Os campos obrigatórios estão marcados *