Chegou a hora de crescer

Nunca vi transição fácil. Transição muda, desloca, tira, arranca, transforma. Mas, chega um tempo que é inevitável que ela ocorra.

É perfeito quando ela vai acontecendo devagarinho, naturalmente e até imperceptívelmente.

Mas geralmente não é assim. Mudar, muitas vezes dói.

Apesar de saber e sentir muito por isso tudo, eu decidi que chegara o momento do desmame.

Muita gente deve está pensando, comentando que é frescura sofrer com um desmame aos 2 anos e 1 mês, que já havia “passado da hora” como ouvi muitas vezes.

Mas minha atenção agora se concentra completamente ao que interessa: em mim e nela, o maior amor da minha vida. Tudo é pelo nosso bem.

Portanto, chegamos ao tão temido (por nós) desmame.Eu nunca imaginei que seria tão difícil. Mas senti o baque todas as vezes que tentei.

Então decidi que seria mais fácil se eu não estivesse por perto, porque eu nunca suporto as crises de choros. Com alguns minutos, lá estava eu acalentando com o “nenê”.

Esse, aliás, foi o nominho carinhoso que ela deu para o ato de mamar. Aos 8 meses ela começou a se referir ao “quero mamar”, como “nenê?'”.

Ai, meu coração!

Meu neném está crescendo e mudando de fase. E isso é bom, é perfeito, como tem que ser. Mas é dolorido também.

Masjuntas a gente vai crescendo e aprendendo. E sei que vamos tirar de letra.

P.S. de uma mãe que amou com todas as forças amamentar, mas que entendeu que chegou o momento de parar.

P.S.² Obrigada pelo apoio amor/papai. Sem isso seria ainda mais dificil.

 

Jornalista que desde sempre ama livros, desenhos e vê o mundo de forma lúdica. Se sente completa por ser mãe da Laura e sua missão é fazer sua pequena feliz!

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado.Os campos obrigatórios estão marcados *