A experiência da amamentação


FB_IMG_1449240293277-1 No dia em que a Laura nasceu eu não consegui amamentar. Ela sugava muito bem, o bico do meu seio é para fora, o que é um fator positivo, então por que eu não conseguia amamentar??

Nos disseram no hospital que isso era comum, principalmente em mulheres que são submetidas a cesarea..
Mas é impossível não bater aquela ansiedade, o que dificulta ainda mais que o leite saia.
Muitas mulheres começam a derramar leite antes mesmo do parto. Mesmo não saindo nem o colostro, a agua que sai antes do leite, eu não desisti de tentar amamentar a Laura e a estimulava o tempo todo a mamar. Não aceitava que minha filha tivesse que ser alimentada por fórmula.
Minha sogra que estava lá na maternidade com a gente sugeriu que comprassemos uma bombinha de tirar leite.
Foi essa bombinha manual que ajudou a estimular a saida de leite do meu seio. Quase choramos, Caetano e eu, quando as primeiras gotinhas saíram. “Está saindo, tá saindo!” Eu falava animada.
No início doía um pouco. Mas eu estava tão empolgada em amamentar que nem ligava.
Sou completamente grata a Deus por me permitir alimentar minha filha do meu próprio leite. Não tem preço a satisfação que sinto quando ela está mamando e me olha nos olhos, passa os dedinhos nas minhas costas e coloca a outra mãozinha no mamá dela.FB_IMG_1449240305641-1

Hoje meus seios não doem mais, não chegaram a rachar e tenho muuuuito leite. A Laura mama muito e ta ficando bem gordinha.

Jornalista que desde sempre ama livros, desenhos e vê o mundo de forma lúdica. Se sente completa por ser mãe da Laura e sua missão é fazer sua pequena feliz!

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado.Os campos obrigatórios estão marcados *