A dor das vacinas

As picadas das vacinas certamente doem mais na gente do que na Laura. Tadinha, hoje mesmo tomou 3 vacinas nas perninhas e uma na boca.

É de cortar o coração saber que ela confia que iremos protege-la de toda dor e nós que levamos ela para tomar vacina. 

Muita dó do olharzinho que ela faz, tipo: “por favor mamãe, não deixa”. Oh céus. Mas qualquer coisa vale a pena desde que seja para que ela não fique doentinha.

laura_vacina

Mamãe esquecida

Acabamos confundindo as datas das vacinas e pulamos um mês. Resultado: agora a pequena tem uma vacina a mais para tomar junto com os reforços de 2 em 2 meses.

A próxima dose será em abril. Ela vai tomar 4 vacinas tipo injeções e 1 de gota. Fiquei super mal, me sentindo culpada. Como se já não bastasse o sofrimento do dia da vacina.

E vai ficando cada vez pior porque como ela está crescendo, já está começando entender.

Quando a gente estava na sala de espera, tinha uma bebezinha tomando vacina e a gente escutou o choro. A Laura parou de mamar e ficou com um olharzinho que ela faz quando está observando.

E quando chegamos em casa fui dar o remedinho para dor e febre (as vezes o bebê fica febril com as vacinas) e quando ela viu a seringa fez carinha de choro. Que dó, que dó, que dó.

Geralmente no dia da vacina ela fica molinha, sentida e dorme o tempo todo. Mas hoje ela ficou agitada, só querendo ficar no colo e no peito. Acho que tava doendo bastante porque ela ficava agitando as perninhas e esfregando os pezinhos.

A recomendação é fazer compressa gelada. Foi o que eu fiz. À tarde ela vai para a casa da vovó e espero que ela fique bem.

 

Jornalista que desde sempre ama livros, desenhos e vê o mundo de forma lúdica. Se sente completa por ser mãe da Laura e sua missão é fazer sua pequena feliz!

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado.Os campos obrigatórios estão marcados *