A descoberta

20150421_172249

Já havia despertado em nós o desejo de sermos pais.  Na verdade, o instinto materno está em mim desde que me lembro.
Estávamos esperando o momento certo e planejávamos ter um bebê no ano de 2016.
Acabei engravidando antes por lerdeza. Eu estava trocando de anticoncepcional e certamente nessa transição (estava  esperando a menstruação descer) não nos prevenimos.
Descobri que estava grávida na sétima semana de gestação. Estava me sentindo20150421_172844 mal, com muito enjoo e pensei que tinha contraído uma intoxicação alimentar. É a mesmíssima sensação. Pedi para o Caetano me levar ao médico e, para a nossa surpresa tinha um embriãozinho crescendo na minha barriga. Eu estava num momento de mudanças, buscando crescer profissionalmente. Tinha acabado de sair de um emprego para outro, na minha área. Estava em fase de teste ainda e havia passado em um concurso público, para o orgulho da minha mãe. O concurso exigia teste físico. Como os médicos não me liberaram para fazer o teste de aptidão física, acabei perdendo a vaga, para a decepção da minha mãe. Maaaaas, no meio disso tudo, ganhamos o maior presente que alguém poderia desejar. Ah, acabei sendo contratada na empresa onde estava fazendo o teste. Então, foram dois presentes.

Jornalista que desde sempre ama livros, desenhos e vê o mundo de forma lúdica. Se sente completa por ser mãe da Laura e sua missão é fazer sua pequena feliz!

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado.Os campos obrigatórios estão marcados *