7 meses – Evolução da Laura

A nossa pequena Laura Finisterre está com 8 meses, mas eu preciso registrar como foi o seu sétimo mês de idade…

IMG_20160430_212104163

Tudo está mais dinâmico, a Laura está exigindo mais da nossa atenção porque está muito ágil e curiosa. Com 7 meses a Laura começou a falar “mamá”, e eu tive a certeza de que ela estava se referindo à mamãe, principalmente quando queria atenção. Ela começou a ensaiar engatinhar, mas está querendo mesmo é andar.

Ela andou mordendo com mais força, testando os dois dentinhos inferiores. Está mais habituada aos alimentos, experimentou quase tudo e já sabe do que gosta. Já até tomou açaí com a mamãe e amou! Mas como eu acho importante, ela continua mamando no peito.

IMG_20160528_171726398

O peso ficou mais estável e percebemos que ela deu uma esticada. Ela começou a interagir muito mais com a gente, dando gaitadas e fazendo gracinhas com o papai, quando ele brinca que “vai pegar” (kkkk).

IMG-20160401-WA0033

Disseram pra gente que se até com 7 meses a cor dos olhos dela (que são claros) não mudasse, provavelmente não mudaria mais… Só que eu acho que ainda vai escurecer.

IMG_20160524_173425401

Sinto falta de um animalzinho para ela conviver. Cachorro ou até um gatinho, apesar de não ser muito fã dos gatos. Acho que seria importante para o desenvolvimento dela ter um amiguinho. Eu tive vários cachorrinhos ao longo da minha vida e o que ficou mais tempo foi o Sheike, que chegou quando eu tinha 11 anos e viveu até meus 24 anos.

Aconteceu uma coisa interessante no sétimo mês da Laura. Um dia estávamos só nós duas em casa, e eu engoli a saliva de forma errada e acabei engasgando. Eu estava com ela no colo e não conseguia parar de tossir, até quase perdendo o fôlego. Ela ficou olhando pra mim com carinha de preocupada e passando a mão no meu peito, fazendo carinho. Achei tão fofa, meiga. Uma princesa, minha filhinha.

20160406_125300

Ela também começou a chorar quando percebe que eu estou saindo do local onde ela está. Se coloco ela no tapete e viro as costas ela logo começa a chorar. Por isso está quase impossível fazer as coisas. Ela fica 5 minutinhos na cadeirinha e já quer que eu a pegue.

Jornalista que desde sempre ama livros, desenhos e vê o mundo de forma lúdica. Se sente completa por ser mãe da Laura e sua missão é fazer sua pequena feliz!

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado.Os campos obrigatórios estão marcados *